| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Folha do Delegado
Desde: 12/01/2011      Publicadas: 2101      Atualização: 14/12/2013

Capa |  ARQUIVO POLICIAL  |  ARTIGOS DE OUTROS AUTORES  |  CASOS POLICIAIS MISTERIOSOS  |  CRIMINOSOS CRUEIS  |  DESTAQUES  |  DIREITO & JUSTIÇA  |  LIÇÕES DE VIDA  |  MEUS ARTIGOS


 LIÇÕES DE VIDA
  26/12/2012
  0 comentário(s)


O heroísmo das parteiras tradicionais

O isolamento e a ausência da ação do Estado em diversas regiões do globo tornaram imprescindível o trabalho das parteiras tradicionais, sendo a maioria detentora de conhecimentos empíricos transmitidos de geração a geração, pois a preservação das técnicas de como realizar partos de forma mais eficiente possível vem possibilitando a salvação de inúmeras vidas nos quatro cantos do mundo, razão pela qual o cinco de maio é internacionalmente dedicado a essas heroínas anônimas.
O heroísmo das parteiras tradicionaisO heroísmo das parteiras tradicionais
(*) José Romero Araújo Cardoso

O isolamento e a ausência da ação do Estado em diversas regiões do globo tornaram imprescindível o trabalho das parteiras tradicionais, sendo a maioria detentora de conhecimentos empíricos transmitidos de geração a geração, pois a preservação das técnicas de como realizar partos de forma mais eficiente possível vem possibilitando a salvação de inúmeras vidas nos quatro cantos do mundo, razão pela qual o cinco de maio é internacionalmente dedicado a essas heroínas anônimas.

Embora percentual majoritário de quem dedica-se ao trabalho de viabilizar a vinda de uma nova vida ao mundo seja do gênero feminino, existem registros em diversas regiões de parteiros realizando essa missão humanitária.

A zona rural é tradicionalmente desassistida pelos programas de saúde, motivo pelo qual as parteiras ainda exercem forte influência nas sociedades tradicionais quando mulheres começam a demonstrar os sinais inconfundíveis de que estão prestes a ter seus filhos, principalmente quando os partos se mostram complicados.

Esquecendo os perigos que rondam a calada das noites, concentradas apenas na certeza de que a presença imediata é indispensável, as profissionais leigas não medem distância a fim de enfatizar seu ofício intuindo salvar vidas.

Técnicas em grande proporção eficientes, aprendidas com antepassados, são postas em prática e, dependendo do caso, logo alcançam o objetivo que fizeram das parteiras tradicionais figuras respeitadas em suas comunidades, não obstante a imensa maioria não desfrutar de melhores qualidades de vida, vivendo em condições semelhantes às famílias que assiste.

Gonzagão, embora desgostando a viúva do autor da música, devido as modificações profundas que realizou na canção, imortalizou a importância dessas heroínas anônimas interpretando com invulgar perfeição "Samarica parteira", composição fruto da genialidade de Zé Dantas, o qual como médico obstetra, nativo do semiárido, nascido em uma região carente e esquecida do sertão pernambucano, sabia perfeitamente das dificuldades que a sertaneja enfrenta devido a ausência de profissionais da medicina, fato que infelizmente persiste até os dias de hoje.

O trabalho realizado pelas parteiras tradicionais no nordeste brasileiro também é marcado pelas superstições, tendo em vista que muitas dessas profissionais práticas se inspiram no ciclo lunar para poder realizar partos.

A religiosidade também se faz presente, pois oração como a Salve Rainha é feita antes de começar o trabalho de assistir as mulheres nos partos. Caso a parteira erre a reza significa que a parturiente deve ser imediatamente conduzida para lócus apropriado que disponha de condições suficientes para evitar que mãe e filho/a não sejam salvos.

Regiões extremamente carentes no setor de saúde, a exemplo do Norte e do Nordeste, ainda contam de forma expressiva com o trabalho das parteiras tradicionais para realizar partos em mulheres.
Heroínas anônimas, indispensáveis na ênfase em salvar vidas, as parteiras tradicionais precisam ser reconhecidas e valorizadas em razão do grande trabalho social que vem exercendo ao longo dos séculos, sobretudo quando se intensificam as diferenças inter-regionais em razão que as diferenças ainda não foram solucionadas, principalmente na área de saúde, a qual deve nortear prioridade de forma democrática e humana em qualquer plataforma governamental que obrigatoriamente deva prezar o bem-estar da população em sua totalidade.

(*) José Romero Araújo Cardoso. Geógrafo. Professor-adjunto da UERN.


Considerações Biográficas sobre Dona Maria Joaquina de Souza (Maria Correia), a parteira das mulheres pobres de Mossoró (RN)

José Romero Araújo Cardoso


Dona Maria Joaquina de Souza (Maria Correia) nasceu no Sítio Carmo, município de Mossoró (RN), no dia quatro (04) de Dezembro (12) de 1927, falecendo na Capital do Oeste Potiguar aos cinco (05) de Fevereiro (02) de 2007.

Residiu por longos anos na Rua Venceslau Braz, número 1628, Bairro Barrocas. Foi casada com o senhor Antônio Caetano de Souza, também natural de Mossoró (RN), nascido na comunidade rural de Jurema seca.

Ambos conheciam profundamente sobre as condições de vida do povo mossoroense, sobretudo daquele que habita a zona rural, com sua falta de perspectiva e vítima da ausência do Estado quanto a elaboração de políticas públicas que possam beneficiar infortunados, devido ao favorecimento de poucos.

O casal teve seis filhos: Francisco Antônio de Souza (falecido), Raimunda de Souza (falecida), Manuel Francisco de Melo Neto (falecido no dia dez (10) de Setembro (09) de 2002, com 49 anos), Antônia Maria de Souza(nascida no dia vinte e nove (29) de Janeiro (01) de 1957), Maria das Graças de Souza (falecida) e José Maria de Souza, tendo adotado ainda uma criança do gênero feminino, a qual deu o nome de Maria Leite de Souza.

As informações prestadas a fim de compor a presente contribuição biográfica de Dona Maria Joaquina de Souza (Maria Correia) foram fornecidas pela Sra. Antônia Maria de Souza, pelo esposo desta, de nome Gutemberg Oliveira de Souza (nascido no dia dezenove (19) de Fevereiro (02) de 1950) e pelos netos Salizete Oliveira de Souza (nascida no dia cinco (05) de Março (03) de 1976) e Vandemberg Oliveira de Souza (nascido no dia quatro (04) de Junho (06) de 1982), residentes na Rua Venceslau Braz, Bairro Barrocas, Mossoró (RN), bem próximo da casa onde morou a Sra. Maria Joaquina de Souza (Maria Correia).

Cópias de documentos pessoais da Sra. Maria Joaquina de Souza (Maria Correia) foram fornecidas pelos familiares: O número do RG é 200.085. O CPF é 062964674-00. O título eleitoral traz o número de inscrição 74548516/60 " Zona 034 " Seção 0013 " Data de Emissão: 18/09/1986.

A convivência intensa com a mãe enfatizou na filha Antônia Maria de Souza o desenvolvimento de habilidade em realizar partos, pois a mesma contabilizou o número de trinta e dois efetivados quando de assistência a Dona Maria Joaquina de Souza (Maria Correia) em seus trabalhos ginecológicos práticos, tendo em vista que era intensa a procura pelos serviços da experiente parteira tradicional que fez muito pelas pessoas pobres da Terra de Santa Luzia do Mossoró.

Além de realizar trabalho extraordinário como parteira tradicional Dona Maria Joaquina de Souza foi líder comunitária, exercendo o cargo de presidente do Conselho Comunitário de Barrocas I. Segundo o advogado José Wellington Barreto, em livro por título de "Importantes Lideranças do Movimento Comunitário de Mossoró", página 219, "Maria foi presidente de 1991 a 1994. Lutou e conquistou obras de infraestrutura, como pavimentação de casas, praças, melhoria da segurança pública, curso de qualificação profissional, respeito aos jovens e idosos".

A importância das parteiras tradicionais para a assistência de mulheres pobres é indiscutível, sobretudo em regiões carentes espalhadas pelo mundo, as quais imprescindem de auxílio em razão que ainda são precárias as condições de saúde devido a ineficiência do Estado e privilégio das classes mais favorecidas com relação a esse importante setor relacionado à qualidade de vida do gênero humano.

Existiu em Mossoró (RN) uma grande mulher, consciente do papel que deveria desempenhar junto aos seus semelhantes, em vista que o trabalho desenvolvido durante décadas foi responsável pela salvação de centenas de vidas devido à intervenção da mais tradicional parteira que deu importante contribuição às famílias pobres da Capital do Oeste Potiguar.

Seu nome era Maria Correia, moradora da Rua Venceslau Braz, localizada no Bairro Paredões. Em sua residência existiam leitos a fim de acomodar parturientes pobres que não podiam pagar por serviços médicos.

A pobreza mossoroense afluía em massa em busca dos seus cuidados, pois nunca se negou em atender famílias carentes a qualquer hora do dia ou da noite, pois seu compromisso sempre foi com a vida em sua dimensão maior. Maria Correia foi exemplo de obstinação em servir ao próximo, sem buscar nenhuma recompensa para sua luta hercúlea em prol da edificação do bem comum.

Amiga de políticos importantes, sempre usou sua influência visando concretizar melhores condições infraestruturais para a clientela carente que assistiu durante sua digna trajetória no plano terrestre.

Nenhuma mulher gestante pobre chegava à sua residência sem receber os cuidados necessários embasados em seus conhecimentos práticos, os quais efetivavam de forma brilhante e precisa, pois a parteira Maria Correia tornou-se expert em diagnosticar e tratar casos de gravidez de risco que exigiam certos cuidados especiais a fim de garantir o bem estar da mãe e da criança que esta carregava no ventre.

As gestantes que Dona Maria Correia assistia só saiam de sua residência quando se encontravam em condições absolutamente exatas de ter uma vida normal. Dona Maria Correia não media esforços para dar o melhor para suas pacientes.

A grande parteira de Mossoró (RN) não tinha orgulho em sair à rua para pedir o que necessitava para ser usado nas mulheres carentes que tratava, razão pela qual se tornou bastante conhecida e bem-quista no meio político local.

Grandes personalidades com atuação no cenário nacional vislumbraram com afeto o trabalho realizado pela heroína mossoroense que empenhou sua vida em busca de melhores condições de existências para seus semelhantes sofredores.

Aglomerados humanos localizados na periferia de Mossoró (RN), marcados pelo sofrimento e pela exclusão, foram sobremaneira beneficiados com o humanismo que alicerçava as ações da mais devotada parteira tradicional da terra de Santa Luzia.

Bairros mossoroenses inteiros, como Paredões, Barrocas, Bom Jardim e Santo Antônio, os quais não contavam na época com a prestação de serviços médicos garantidos pelo Estado, tiveram em Dona Maria Correia um porto seguro com o qual sempre puderam contar nas horas de maior aflição, quando famílias se desesperavam em busca de socorro que pudesse viabilizar o aumento da prole.

Dona Maria Correia, com fidalguia e extrema abnegação, acolhia todas as mulheres pobres que lhe procuravam, intuindo um bom parto, menos sofrimento nas horas difíceis que assinalam a angústia de não ter com quem contar quando se trata de assistência médica que possa salvar vidas.

Além de parteira de raros dotes, possuindo extrema habilidade na divina arte de viabilizar a vinda de uma nova vida a este planeta, Dona Maria Correia também realizava com precisão intervenções pertinentes à enfermagem, como aplicar injeções, fazer curativos e aliviar sofrimentos diversos que incomodavam e ainda incomodam parcela significativa da população carente em todo mundo.

Centenas, talvez milhares de famílias de baixa renda da Capital do Oeste potiguar devem agradecer bastante ao Grande Arquiteto do Universo por ter enviado um anjo de luz que ajudou bastante a aliviar infortúnios e sofrimentos, razão pela qual há de ser enfatizada a oportuna homenagem feita a Dona Maria Correia quando esta se tornou patrona do Hospital da Mulher inaugurada em Mossoró (RN), cujo trabalho vem reeditando bastante as lutas heróicas da grande mulher que honrou o solo no qual se desenrolam batalhas titânicas em prol da elevação do gênero humano.

Conforme ainda José Wellington Barreto, na supramencionada obra, corroborado pelos familiares, Dona Maria Joaquina de Souza (Maria Correia) era amiga pessoal da atual Governadora do Estado do Rio Grande do Norte, Dra. Rosalba Ciarlini Rosado "que tinha por Maria uma inestimável admiração, porque ela, Rosalba, como médica e mãe, sabia o quanto a líder tinha sido importante para as famílias pobres de Mossoró" (Idem; Ibidem).

Agradecida pelo trabalho exemplar desempenhado por Dona Maria Joaquina de Souza, velório e enterro da mesma, ocorrido respectivamente nos dias cinco (05) e seis (06) de Fevereiro (02) de 2007, a população mossoroense, sobretudo a residente nos Bairros Barrocas, Paredões, Bom Jardim e Santo Antônio, afluiu em massa para prestar última homenagem àquela que, em oportuna expressão do advogado José Wellington Barreto, tornou-se "uma verdadeira lenda da luta humanitária e social de Mossoró (Idem; Ibidem)".

José Romero Araújo Cardoso é Geógrafo. Professor-adjunto do Campus Central da UERN. Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente. Contato: romero.cardoso@gmail.com.

  Autor:    José Romero Araújo Cardoso


  Mais notícias da seção DIVERSOS no caderno LIÇÕES DE VIDA
05/10/2013 - DIVERSOS - ABC da Cidadania
A Prefeitura de Vitória promoveu o lançamento solene de uma nova edição do ABC da Cidadania....
05/10/2013 - DIVERSOS - Professor saúda ABRAVIPRE e tradições libertárias do Ceará
Fico feliz agora que ele e tantos outros valentes cearenses tenham se reunido para a criação da ABRAVIPRE (Associação Brasileira de Apoio a Vítimas de Preconceito Religioso). ...
21/05/2013 - DIVERSOS - Galinha Tonta
"Galinha Tonta", o poliglota de São Francisco-MG que ensina três idiomas estrangeiros...
07/01/2013 - DIVERSOS - A morte de Josué de Castro no exílio
"Não se morre apenas de infarto agudo do miocárdio ou de glomeronefrite crônica, se morre também de saudades" (Josué de Castro)...
02/11/2012 - DIVERSOS - O Ultimo Discurso
Sinto muito, mas não pretendo ser um imperador. Não é esse o meu ofício. Não pretendo governar ou conquistar quem quer que seja. Gostaria de ajudar - se possível - judeus, o gentio ... negros ... brancos....
17/10/2012 - DIVERSOS - UMA BELA AULA DE DIREITO e de CIDADANIA.
Uma manhã, quando nosso novo professor de "Introdução ao Direito" entrou na sala...
30/09/2012 - DIVERSOS - Conquista da paz
A grande maioria das pessoas se preocupa com a conquista da paz... Da tão sonhada paz....
30/09/2012 - DIVERSOS - O exemplo
Havia um garoto que, nos seus quase oito anos, adquirira um hábito nada salutar....
30/09/2012 - DIVERSOS - Tormenta e paz
Tempestade! Os ventos fortes e as chuvas torrenciais se unem em espetáculo dantesco....
30/09/2012 - DIVERSOS - Conhecendo o coração
Rachel estava iniciando sua carreira na medicina e começou a atender os seus próprios pacientes. A primeira pessoa que lhe coube atender foi uma viúva de 84 anos, com uma insuficiência cardíaca das mais simples....
09/09/2012 - DIVERSOS - ARACY DE CARVALHO GUIMARÃES ROSA, UMA MULHER EXTRAORDINÁRIA!
Aracy de Carvalho Guimarães Rosa (Rio Negro, Paraná, 1908) é uma senhora brasileira, segunda esposa do escritor João Guimarães Rosa. Aracy também é conhecida por ter seu nome escrito no JARDIM DOS JUSTOS ENTRE AS NAÇÕES, no Museu do Holocausto (Yad Vashem), em Israel, por ter ajudado muitos judeus a entrarem ilegalmente no Brasil durante o governo ...
05/09/2012 - DIVERSOS - Cólera
Antônio Sobreira, a caminho da garagem onde mantinha pequena frota de caminhões, foi ver a mãezinha doente, que lhe pediu, logo após rápidos instantes de conversa:...
09/07/2012 - DIVERSOS - Irena Sendler
Durante a 2ª Guerra Mundial, Irena conseguiu uma autorização para trabalhar no Gueto de Varsóvia, como especialista de canalizações. ...
09/07/2012 - DIVERSOS - DISSERTAÇÃO DE MESTRADO NA USP por um PSICÓLOGO
Psicólogo varreu as ruas da USP para concluir sua tese de mestrado da'invisibilidade pública'. Ele comprovou que, em geral, as pessoasenxergam apenas a função social do outro. Quem não está bem posicionadosob esse critério, vira mera sombra social....
27/05/2012 - DIVERSOS - Sabedoria de Avó...
Quando eu for bem velhinha, espero receber a graça de, num dia de domingo, me sentar na poltrona da biblioteca e, bebendo um cálice de vinho do Porto...
21/05/2012 - DIVERSOS - Quando o inimigo ATACA...
Normalmente as Setas Inflamadas do Maligno (SIM) têm um destino certo, são usadas para desistirmos de alguma coisa. Via de regra são lançadas exatamente naquela área onde Deus tem um proposito claro em nossas vidas. Casamento, profissão, relacionamentos, dinheiro, etc. ...
11/04/2012 - DIVERSOS - Como Deus emerge no processo evolucionário?
A nova cosmologia, derivada das ciências do universo, da Terra e da vida, vem formulada no arco da evoluçãoampliada. Esta evolução não é linear. Conhece paradas, recuos, avanços, destruições em massa e novas retomadas. Mas, olhando-se para trás, o processo mostra uma direção: para frente e para cima....
04/03/2012 - DIVERSOS - Ética da vida e da morte
Próximo da morte, o papa João Paulo II optou por morrer dentro dos muros do Vaticano, e não em Roma. Nos limites do território do Vaticano as possibilidades de prolongamento da vida eram restritas. Em Roma, um grande centro médico, a vida do papa seria prolongada indefinidamente. João Paulo preferiu que a morte seguisse seu curso....
19/01/2012 - DIVERSOS - "QUANDO DEUS NÃO QUER, NÃO HÁ QUEM QUEIRA".
(Para os que não crêem, é uma excelente história).Relatado em palestra do Rabino Issocher Frand...
01/01/2012 - DIVERSOS - A PRECE É PRÁTICA RELIGIOSA RECOMENDADA POR TODOS OS BONS ESPÍRITOS
Estudos diversos comprovaram a consequência favorável que a prece produz. O médico e pensador Alexis Carrel (1) dizia frequentemente que o importante não é acrescentar anos à sua vida, mas vida aos seus anos. ...
15/12/2011 - DIVERSOS - MORREU UM HERÓI
Pelotão, antes da batalha, comandado pelo Ten. Iporan...
10/12/2011 - DIVERSOS - A VIDA É CURTA
Parece haver em muitas pessoas uma aversão a regras, a leis, mesmo quando essas servem apenas para regular a vida em sociedade. Por isso, tão necessárias....
05/12/2011 - DIVERSOS - Guerra e Evolução
A Guerra é criação humana. A Evolução é uma Lei Divina e se processa até durante os nossos maiores desatinos. Na guerra, um homem treinado para o combate é chamado a distribuir afeto....
27/11/2011 - DIVERSOS - Irritada, idosa do CE manda carta a vereador após ofensa em plenário.
Diana Vasconcelos Do G1 CEAlmina Arraes diz ter sido ofendida por vereador do Crato (Foto: Almina Arraes / Agência Miséria)Almina escreveu livro com dicas sobre internet paraos amigos (Foto: Almina Arraes/Arquivo pessoal)...
27/11/2011 - DIVERSOS - Menina de 13 anos em conversa no msn (caso real)
Após deixar seus livros no sofá ela decidiu comer um lanche e entrar online. Conectou-se com o seu nome na tela:"Docinho14: "Revisou sua lista de amigos e viu que Meteoro123 estava conectado...
15/11/2011 - DIVERSOS - PRISÃO DE NEM - PM REJEITOU UM MILHÃO DE PROPINA
Sonho de PM que rejeitou R$ 1 milhão é comprar casa. Cabo André Souza foi exemplo na tropa esta semana também ao tentar salvar a vida do cinegrafista Gelson Domingos, assassinado em Antares, carregando-o nos braços...
14/11/2011 - DIVERSOS - Diário de um Cearense na Suíça
12 Agosto - Hoje me mudei para minha nova casa na Suíça. Um belo chalé nos Alpes. Que paz! Tudo aqui é tão bonito e silencioso. Os Alpes são tão majestosos. Quase que não posso esperar para vê-los cobertos de neve. Que bom haver deixado para trás o calor, a umidade, o tráfego, a violência, a poluição e aqueles brasileiros mal educados. Isto sim é q...
05/11/2011 - DIVERSOS - O ÚLTIMO FOLHETO
Todos os domingos à tarde, depois da missa da manhã na igreja, o velho Pastor e seu sobrinho de 11 anos saíam pela cidade e entregavam folhetos sacros....
29/10/2011 - DIVERSOS - VÁRIOS ANOS DE PENSAMENTOS PERDIDOS
Luiz Gameleira de Barros era Açuense, mas registrado Mossoroense; ainda pequeno veio residir em Mossoró, em companhia da mãe, que ficara viúva logo que nasceu. Aos seis anos de idade, já ajudava a mãe, na profissão de engraxate, e até diziam que ele foi o primeiro engraxate de Mossoró. Os tempos foram se passando, o menino foi se formando, mas semp...
03/10/2011 - DIVERSOS - SOBRE A NOTA DE UM DOLAR
Em memoria a JAIM SALOMON pela ajuda do povo judeu na criação da República dos Estados Unidos em sua guerra de independência, Washington destacou sua ação de um modo muito especial....



Capa |  ARQUIVO POLICIAL  |  ARTIGOS DE OUTROS AUTORES  |  CASOS POLICIAIS MISTERIOSOS  |  CRIMINOSOS CRUEIS  |  DESTAQUES  |  DIREITO & JUSTIÇA  |  LIÇÕES DE VIDA  |  MEUS ARTIGOS
Busca em

  
2101 Notícias


MEUS ARTIGOS
  DROGAS
  O CRACK DO OIAPOQUE AO CHUÍ
  SEGURANÇA PUBLICA
  Desarmar o povo é dar segurança aos marginais
  DIVERSOS
  APENAS UMA CARTA DE GRATIDÃO
  DIVERSOS
  O PROIBIDO REXSPY
  DIVERSOS
  O defunto que morreu duas vezes
  DROGAS
  O PODER SOBRENATURAL DO CRACK
  DIVERSOS
  UMA COMPARAÇÃO MITOLOGICA ENTRE OS AMORES DE ARES O DEUS DA GUERRA E LAMPIÃO O REI DO CANGAÇO
  CRIMES SEXUAIS
  O "ESTUPRADO"

DIREITO & JUSTIÇA
  JUSTIÇA
  O juiz, a imprensa, o mensalão
  DIVERSOS
  MEDIDAS PROTETIVAS DA LEI MARIA DA PENHA CONFERE CAPACIDADE POSTULATÓRIA À MULHER
  DIVERSOS
  O GIGANTE DESPERTOU E AGORA QUER ACESSO À JUSTIÇA
  DIVERSOS
  DIREITO PENAL E O TERROR DE ESTADO. EU VOU P"RÁ RUA, SIM!
  DIVERSOS
  Ex-senador Demóstenes Torres é denunciado por corrupção passiva pelo MP-GO
  DIVERSOS
  N O T A D E R E P Ú D I O
  DIVERSOS
  Uma constelação de pontos fora da curva
  DIVERSOS
  SALÁRIOS DO MINISTÉRIO PUBLICO E JUDICIÁRIO DA BAHIA

ARTIGOS DE OUTROS AUTORES
  SEGURANÇA PUBLICA
  CRIMES DE ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA, DE CONSTITUIÇÃO DE MILÍCIA PRIVADA E DE ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA E PRISÃO TEMPORÁRIA : UMA LACUNA LEGAL
  DIVERSOS
  Peregrino, seu destino é caminhar
  DIVERSOS
  CRIME ORGANIZADO: NOVA LEI 12.850/13 E O PROBLEMA DA CONDUTA DOS AGENTES INFILTRADOS NO COMETIMENTO DE INFRAÇÕES PENAIS
  DIVERSOS
  As letras e a paz
  DIVERSOS
  O Advogado no universo jurídico
  DIVERSOS
  Presos e Esperança
  DIVERSOS
  A inesquecível Nova Acauan
  DIVERSOS
  Mídia será alvo das manifestações

DESTAQUES
  DIVERSOS
  Meritíssimo
  SEGURANÇA PUBLICA
  Insegurança nossa de cada dia